fbpx

Entenda de uma vez a diferença entre download e upload

6 minutos para ler

A diferença entre download e upload está no destino dos pacotes durante a troca de dados na internet. Basicamente, fazer um download é baixar uma informação em nosso dispositivo, e fazer um upload é enviá-la para outro local por meio da web.

Esses dois processos, porém, vão muito além do popular compartilhamento de mídias, como imagens, vídeos e mensagens. Eles acontecem o tempo todo enquanto você navega em sites, redes sociais e aplicativos ― inclusive agora, enquanto lê este artigo.

Nos tópicos a seguir, discutimos essas duas funções em detalhes. Vamos trazer informações importantes para você escolher planos de internet adequados e saber quando recorrer aos seus direitos como consumidor.

Continue conosco para conferir!

Qual é a diferença entre download e upload?

O pleno funcionamento da internet depende de uma intensa e contínua troca de arquivos. Computadores devem compartilhar diversos tipos de dados para que esse universo de soluções digitais se torne disponível a todos.

Não devemos confundir, porém, o download e o upload com a troca de informações que ocorre em um sinal de Wi-Fi, embora a tecnologia utilizada nos aparelhos de rede sem fio influencie a qualidade da internet.

Vejamos, passo a passo, como a troca de arquivos na internet funciona.

O que é download?

Você sabe que está fazendo um download quando baixa uma música no seu Spotify ou instala um aplicativo no seu smartphone. Nesses casos, o arquivo é fornecido pelo banco de dados utilizado por essas empresas em suas plataformas.

De maneira geral, a troca de informações durante a navegação na internet ocorre entre sistemas pessoais e grandes servidores (computadores robustos usados para processar dados da web) que hospedam sites, blogs e outros tipos de portais de conteúdo.

Nos softwares P2P, porém, muito usados no passado para baixar filmes e músicas, a troca de dados ocorre entre computadores pessoais. Dessa forma, baixamos um arquivo diretamente do dispositivo de outra pessoa, sem intermediários, e também compartilhamos nossas mídias com outros — nesse último caso, por meio do upload.

O que é upload?

Com a febre das redes sociais, muitos consumidores passaram a se interessar pelos serviços de upload para subir imagens de alta resolução em plataformas como o Instagram e, principalmente, vídeos no YouTube. Entretanto, o upload é muito mais comum do que se imagina.

Ao acessar um site (quando digitamos um destino “www” no navegador e damos Enter), um pedido é enviado para o servidor indicado nesse endereço (upload) que, por sua vez, retorna a página solicitada (download). É esse, na verdade, o exemplo mais frequente desse processo.

Isso significa que, sem o upload, você certamente não conseguiria acessar nenhum site na internet, nem receberia os resultados das suas buscas no Google, por exemplo. Para que todas essas plataformas entreguem a experiência desejada, é necessária a troca constante de informações.

Qual é a importância de entender essas funções?

Como você pôde perceber, o download e o upload são essenciais para a internet ― você não teria chegado até aqui sem eles. No entanto, o assunto ganha mais destaque quando entramos nos planos de internet.

Salvo o envio de vídeos e outros arquivos extensos, as operações que realizamos na internet em geral exigem muito mais velocidade de download do que de upload. A informação contida na solicitação de acesso a um site, por exemplo, é inferior se comparada ao tamanho da página carregada logo em seguida.

Essa diferença de demanda explica por que a popularidade do download é muito maior do que a do upload, embora ambos sejam fundamentais. Sendo essa, também, a razão para que as operadoras tipicamente disponibilizem uma velocidade de upload inferior.

De qualquer maneira, é fundamental que o consumidor compreenda essas métricas para verificar a qualidade do seu plano de internet.

Como descobrir a taxa de download e de upload?

Para descobrir a velocidade e a diferença entre o download e o upload disponibilizado por sua operadora, você pode utilizar uma série de serviços gratuitos. Algumas sugestões são:

Vale lembrar que, para obter resultados mais precisos, é importante pausar downloads e uploads e, se possível, realizar o teste em um computador conectado ao modem via cabo de rede.

Como verificar a qualidade da minha internet?

O consumidor deve ter em mente que a média mensal da velocidade ofertada ao cliente não deve ser inferior a 80% da velocidade contratada. Essa norma obedece aos padrões mínimos de qualidade definidos pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

Como o serviço prestado pelas empresas está sujeito a falhas e a manutenções, é interessante entrar em contato com a empresa para solicitar esclarecimentos quando houver quedas ou baixas súbitas. Sendo assim, repetir os testes de velocidade em dias e em horários diferentes também é recomendável.

Na suspeita de um serviço de má qualidade, ou seja, uma operadora que não cumpre a regulamentação, o consumidor pode alegar quebra de contrato e solicitar o cancelamento do plano a qualquer momento. Nessa situação, não há necessidade de pagamento de multas ou outras exigências atreladas ao plano.

Por outro lado, ainda que a sua internet entregue uma velocidade de download suficiente, você pode desejar alterar o seu plano para outro com uma melhor taxa de upload.

Como devo escolher um serviço de internet?

Embora a maioria dos serviços sejam focados na velocidade de download, muitas empresas disponibilizam opções para quem necessita enviar arquivos pesados com mais eficiência, como é o caso de empresas e de youtubers.

Em planos de fibra óptica, inclusive, é possível ter uma conexão com a mesma velocidade de download e de upload. Dessa forma, se você prioriza o upload, provavelmente verá mais vantagem em contratar um serviço com bons números neste quesito, ainda que a taxa de download seja inferior às opções mais comuns.

Vale destacar, porém, que apesar de o envio de imagens e de vídeos em alta resolução tenha aumentado com a popularização das mídias sociais, a maioria dos consumidores continua a depender muito mais do download de arquivos.

Por fim, não se esqueça de que, além do seu perfil de consumo, existem vários outros fatores a se considerar ao contratar um plano além da velocidade de download e upload, como estabilidade da conexão, qualidade do atendimento, segurança na internet e muitos outros.

Agora que sabe a diferença entre download e upload, que tal conferir algumas dicas para encontrar um plano perfeito para você? Confira em nosso próximo artigo!

ebook_conheçaavalenetPowered by Rock Convert
Posts relacionados